MarKZonE

The past is a full box of lost chances.

CIM-Drª Ana Augusta Mestre Teixeira

Posted by António Cabral em 03/02/2007

LogoBlog1 

Cultura: http://www.youtube.com/watch?v=TfclzcLQYUM 

Ideologia: http://www.youtube.com/watch?v=4Y_We_3zNKE 

Mercado: http://www.youtube.com/watch?v=3oePnfNzYIs

LINK’S ÚTEIS:

 http://biblioteca.uol.com.br/             http://www.lifeinitaly.com/

http://www.geert-hofstede.com/        http://international-business-center.com/

http://www.itapintl.com/           http://www.understandfrance.org/ 

ETIQUETA E MANEIRAS    http://www.cyborlink.com/

>

Apontamentos Trabalho Grupo
http://www.abic.com.br/scafe_curiosidades.html
Áustria: pode-se beber o produto juntamente com figos secos, sendo que em Viena, a capital do país, é uma tradição o oferecimento de bolos e doces para acompanhar o café com chantilly;
O QUE É O CAFÉ?
A palavra “café” vem do árabe Kahoua ou Qahwa (o excitante) e designa: o fruto do cafeeiro; bebida preparada por infusão de água quente com café torrado e moído; lugar público onde se tome café ou outras bebidas; cor café, um marrom escuro que lembra o grão de café torrado.
Auxiliando na memória
Cientistas da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, descobriram que as pessoas idosas que bebiam uma xícara de café convencional antes de se submeterem a um teste de memória obtinham melhores resultados do que pessoas da mesma idade que optavam por sucos naturais. De acordo com os pesquisadores, produtos ou atitudes que reforçam os níveis de energia do corpo, como o próprio café ou uma sesta durante a tarde ou até um passeio, podem melhorar a memória. Outro aspecto interessante da pesquisa revela que tal fato pode não se aplicar a pessoas que não sejam consumidoras regulares de café.
Fonte: Webcare – Saúde on-line (www.webcare.pt).
Segundo um trabalho desenvolvido na “Medical University Innsbruck”, Áustria (equipa do Doutor. Florian Koppelstatter) e apresentado no “Annual Meeting of the Radiological Society of North América”, em Chicago, foi demonstrado, pela primeira vez, que a cafeína modula a função cerebral, produzindo efeitos em distintas áreas do cérebro.
Estudo anteriores, tinham já mostrado que a cafeína podia melhorar a memória ligando-se aos receptores cerebrais bloqueando o efeito calmante do neurotransmissor adenosina. Contudo, apenas agora foi demonstrado que aquele mecanismo aumenta a actividade cerebral.
O estudo da equipa do Doutor. Koppelstatter recorreu ao uso de ressonância magnética funcional de imagem (fMRI) para estudar os cérebros dos 15 voluntários, de idades entre 26- 47 anos, todos homens. Uns eram consumidores habituais da bebida, café, mas alguns eram apenas consumidores esporádicos. A fMRI permitiu ver, claramente, que a cafeína aumentava a actividade neuronal em distintas partes do cérebro, com consequentes alterações no comportamento dos pacientes.
A rede cerebral associada com a memória de curto prazo, ou trabalho, foi particularmente estudada. mas, a memória superior, ou de aprendizagem, pode não ser influenciada pelos cafés que se consomem, pelo que mais estudo tem que ser efectuado.
FONTE
Koppelstatter, F et al. “Influence of CAFFEINE Excess on Activation Patterns in Verbal Working Memory”, “Annual Meeting of the Radiological Society of North America, Chicago, 30 NOV 2005.

Café do Gourmet do Specialty

O café gourmet do Specialty é um producto muito quente no mercado de hoje. O consumo do café gourmet cresceu firmemente com os consumidores que aprecíam o gosto mais sofisticado de feijões de café gourmet. O café gourmet do Specialty, chamado às vezes café superior, é feijões de café excepcionais crescidos somente em climas café-produzindo ideais. Estes feijões de café têm características originais por causa do solo que crescem em qual sabores muito distintivos do produto. O café Gourmet tem um sabor mais equilibrado e um gosto mais rico do que o café produzido em massa padrão. Os feijões de café Gourmet atravessam um processo rigorous da certificação que é mais estrita ajudar manter a qualidade elevada. Na introdução 1974 do “do jornal de comércio chá & do café”, Erna Knutsen usou primeiramente o termo do “café specialty” descrever estes feijões de café originais que são produzidos em microclimates especiais com estes sabores distintivos, excepcionais. Em 1982 a associação do café do Specialty de América foi criada por profissionais do café para ajudar a padrões de qualidade ajustados para o comércio do café do specialty. Desde os 1990’s a popularidade crescente das casas de café e dos varejistas gourmet do café do specialty, fêz o café gourmet um dos mercados crescentes os mais rápidos dos serviços de alimento no mundo. Nos Estados Unidos sozinho, obtem um lucro líquido de aproximadamente $8.5 bilhões um o ano. Alguns compararam o café gourmet do specialty ao vinho. Os aromas e os sabores têm similaridades em como o consumidor conecta com as duas bebidas. As características do café gourmet entretanto, são um complexo mais uniforme do que o vinho. O feijão de café é mais dependente das alturas, do clima e da variação do solo do que com as uvas usadas para o vinho. A história e a tradição do grower do café do specialty fazem a isto uma bebida muito complexa. Derramar-se assim yourself um copo de seu café gourmet do specialty favorito, sentar-se para trás e apreciá-lo, você merecem-no. Copyright o © 2005 Coffees.com perfeito. Todos os direitos reservados.

India coffee chain gets foothold in Vienna  ( 09:18:35 Hrs ) Vienna, Oct 22 (DPA) Ask a Viennese of any age where to meet, and the answer will invariably be: “Let’s go to the coffee house.” Vienna’s coffee aficionados now have a new option: Coffee Day, an Indian café chain that opened its first European outlet here. Austria – a haven for the super-rich  ( 08:40:32 Hrs )
Vienna, Oct 26 (DPA) Europe’s rich and famous have found in Austria a convenient place to park their fortunes. The country of eight million now hosts more than 3,300 super-rich individuals, and private assets in Austria are estimated around 580 billion euro ($729 billion).
Cafe Coffee Day sees big business in Austria, Germany  ( 07:35:33 Hrs )
New Delhi, Nov 6 (IANS) Cafe Coffee Day, India’s largest coffee cafe chain, has opened its second outlet in Vienna and plans to open more in Austria soon as it finds the market there has a great potential for growth.
Café Coffee Day entered the overseas market with its first cafe in Vienna in November 2005. It recently opened the second 3,000- square-foot café in Vienna’s Gastronomie und Kaffeehandels area near the University of Vienna. ‘We are planning to open more outlets in and around Vienna and, by establishing ourselves in Austria, we plan to enter the German coffee market, which is a very mature market where the per capita consumption of coffee is very high; so it makes commercial sense for us to do business there,’ Café Coffee Day director Naresh Malhotra told IANS in an interview. Vienna, the capital and Austria’s largest city with a population of about 1.6 million, is famous for its traditional and majestic coffee houses and it is often said that ‘coffee comes with a glass of water’ in Vienna. Café Coffee Day, part of the Amalgamated Bean Trading Company, has done an investment of Rs.8 million ($178,690) on each of the cafés in Vienna which are set up as lounges offering some lip-smacking snacks and also meals with a cuppa coffee. Some popular Indian dishes like keema pau and chicken chettinad are also served in the cafés. However, Malhotra says, ‘We are projecting ourselves in the Austrian market as an international global brand and not as an Indian brand. And our differentiating factor is that we have employed for service a young team that has been hired locally.’ ‘People don’t really differentiate us – you are either good or you are not, that’s what matters,’ adds Sengupta. ‘India is not a coffee-drinking country and this strategy is important from the consumer’s point of view to give an impression of a distinct global brand,’ added Singhal. Is it that the coffee chain is venturing into the overseas market because the business is booming in India? ‘Yes of course, we are now planning to expand to 500 outlets by June 2007 investing around Rs.3 million (approx $67,000) per café and Rs.6 million (approx $134,000) on café lounges. We are also the largest in eastern India. So we are doing pretty good,’ adds Malhotra. ‘That may be one side of the story, however, we cannot ignore the other side as well, that the revenue of these coffee chains still comes from 20-30 big cities,’ emphasised Singhal of Technopak. He added: ‘The very reason why they are looking out of the country may be because they have realised that the market has reached saturation here.’ IN: http://www.eians.com/searchresult.php __________________________________________________

>08 Novembro 2006 TRABALHOS A REALIZAR Comentário Critico ao Seminário (grupo) Seminário a realizar no dia 15 Novembro pelas 19:30 horas. Orador: Pedro Guerreiro, Director de Marketing da Torrié. http://www.torrie.pt/Trabalho de Grupo (a apresentar na semana 11-dia 13/12)

(a apresentar na semana 11-dia 13/12)Penetração da Marca na ÁustriaTer como base os slides apresentados da Torrié.1º Passo – recolha alargada de dadosProduto – Preço (semana 11 – dia 13/12)– Definir o preço de comercialização- Deve ser bem justificadoComunicação – Distribuição (semana 15)Bibliografiahttp://www.geert-hofstede.com/hofstede_austria.shtmlhttp://www.abic.com.br/scafe_curiosidades.htmlhttp://www.coffeebreak.com.br/saborcafe.asp?SE=2&ID=17http://www.ibesa.pt/gd/?frmCatalogo=5&frmOrdenar=data_doc&frmPesquisarhttp://dev.ico.org/documents/review5p.pdfhttp://www.vaitman.com/tr/pt/?q=/coffee/15480.php

http://www.lamachineexpresso.com/achat/index.php?id=2http://www.eurotrials.com/publicacoes/bol3.pdf

02 Novembro 2006-11-10 O caso Disney está na Web http://html.rincondelvago.com Processo de internacionalização 1ª fase – Adaptação Cultural, de um produto ou gama (Torrié) para um País, no nosso caso a Áustria 2ª fase – Produto/Preço Cafés Illy – http://www.illy.com/Illy2006/>

04 Outubro de 2006

APRESENTAÇÃO
– Programa, conteúdos e bibliografia fundamental
– Implicações de Bolonha no processo de aprendizagem
– A avaliação
– Planificação das aulas
Objectivos:
– Ser capaz de desenvolver um conjunto de actividades na área da Gestão de Marketing, que inclua a influência da cultura nas especificidades dos diferentes mercados
– Adaptar conceitos, estratégias e metodologias de Marketing a diferentes mercados, respeitando os princípios do relativismo cultural
1. Cultura, Conceitos & Dimensões
1.1. Cultura & Marketing
1.2 Conceitos & Características
1.3. Relativismo Cultural e Inteligência Cultural
 
2. Posicionamento dos Países por Dimensões Culturais
2.1. Distância ao Poder
2.2. Gestão da Incerteza
2.3 Individualismo / Colectivismo
2.4. Masculinidade/ Feminilidade
 
3. Cultura e Estratégias de Marketing
 3.1. O Paradoxo Global/Local
3.2. Cultura & Produtos
3.3. Cultura & Preço
3.4. Cultura & Distribuição
3.5 Cultura & Comunicação 
BIBLIOGRAFIA FUNDAMENTAL
  Grande, Ildefonso, Marketing Croscultural, ESIC, Madrid, 2004.
   Hofstede, Geert, Culturas e organizações: compreender a nossa programação mental, Ed. Sílabo, Lisboa, 1997.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
– Mooij, Marieke de, Global Marketing and Advertising: Understanding Cultural Paradoxes, Sage ed., USA ,1998.
– Terpstra, Vern, Sarathy, Ravi, International Marketing, Harcourt College Publishers, USA, 8th edition, 2000.
Arquitectura pedagógica:
– Processo de aprendizagem centrado no aluno e no seu trabalho
– Aprendizagem de tipo quase tutorial – tarefas de pesquisa e exposição, trabalhos práticos, em grupo ou individuais, e resolução de problemas
– Avaliação deverá medir a aquisição das competências e sua aplicação
– É mais importante o resultado – a aquisição e aplicação da competência do que o processo da sua obtenção
Existem três possibilidades:
Avaliação contínua – Permite aferir a cada instante as competências e os conhecimentos dos alunos em relação aos objectivos propostos
Avaliação periódica – Adequada para quem considera já dominar razoavelmente as competências/conhecimentos. É feita pontualmente durante o semestre
Existe nota mínima nos momentos de avaliação durante o semestre – 7 valores
Avaliação final – Adequada para quem considera dominar bem as competências/conhecimentos
Os alunos deverão inscrever-se no regime de avaliação pretendido na 2ª semana de aulas, podendo transitar entre sistemas de avaliação desde que seja efectuada até ao início de cada uma das avaliações e nunca tenha completado nenhum modelo de avaliação
CONTÍNUA
– Portfolio individual de adaptação cultural 100% (este portfolio individual reúne todos os elementos que o aluno considere terem sido importantes para a sua aprendizagem, devidamente comentados.

MOMENTO
MÉTODO
DATA
PONDERAÇÃO
1
Trabalhos em grupo realizados em sala de aula
SEMANA 3, semana 5, semana 7 e semana 9
15%
2
Adaptação cultural  intermédia produto/preço, em grupo, oral e escrita
semana 4 (entrega enunciado do projecto pelas docentes)  a Semana 11  (entrega e apresentação oral pelos alunos)
20%
3
Adaptação cultural  produto/preço/Comunicação e distribuição, em grupo, oral e escrita
Semana 15
35%
4
Apresentação/Discussão portfolio  individual final
Semana 16 e 17 (por marcação com cada aluno individual)
30%

PERIÓDICA

MOMENTO
MÉTODO
DATA
PONDERAÇÃO
1
Projecto de adaptação cultural de um flyer em grupo de 4 a 5 elementos
Semana 5 – Semana 9 (entrega)
30%
2
Resolução de um caso individual em sala de aula (180 minutos)
Semana 16
70%

FINAL

MOMENTO
MÉTODO
DATA
PONDERAÇÃO
1
Resolução caso sala de aula individual – 240 minutos
Semana 17
100%

11 Outubro de 2006Cultura>Material(Cama, mesa, talheres) ou Simbólica/Espiritual(Crenças, valores)Socialização                                         Orientações de Bem, IdeaisSecundária ou Primária                             Normas/Regras                                                           Não Cumprimento>Sanções/PuniçõesRazanne Offers Muslim Girls Alternative To Barbie

       Razanne’s aspirations are those of a modest Muslim girl
  WASHINGTON, October 10 (IslamOnline.net & News Agencies) – Seeking an alternative to the curvaceous flashy Barbie, Muslims can move over and have Razanne, with long-sleeved dresses and head scarf.
Making a delightful playmate and providing an ideal role model for little Muslim girls, the 12 inch pre-teen doll is to be offered for sale in the Middle East, according to afcnewssource website.
There are now five different Razanne dolls, each emphasizing an important lesson for young Muslim girls, from the teacher and student Razanne dolls to the Razanne that comes replete with a prayer rug.
Ammar Saadeh, one of the inventors of the doll, said that he created Razanne because there was no Barbie doll that was a positive role model for Muslim girls.
Saadeh would not reveal the doll’s sales figures, but he said retail sales over the company’s Web site account for a majority of the almost 30,000 dolls sold per year.
In Livonia, Michigan, Ammar and Sherrie Saadeh created Razanne as an alternative to Barbie for Muslim girls three years ago at their toy company NoorArt.
Unlike Barbie, Razanne, with her modest dress and a removable hijab, exemplifies the virtues of a proper, young Muslim woman, such as modesty, piety and humility, said Saadeh.
Way For Values
For Saadeh, the doll not only fills a marketing void but also offers Muslim girls someone they can belong to.
“The main message we try to put forward through the doll is that what matters is what’s inside you, not how you look,” he said.
“It is a tool for young Muslim girls to learn the value of things like education and religious piety instead of focusing on their bodies as the most significant aspect of their lives, he added.
Saadeh said her aspirations are representing those of a modest Muslim girl.
“It doesn’t matter if you’re tall or short, thin or fat, beautiful or not, the real beauty seen by God and fellow Muslims is what’s in your soul,” he said.
On the drawing board for future dolls are Dr. Razanne and possibly even Astronaut Razanne. There’s also Muslim Girl Scout Razanne, complete with a cassette recording of the Muslim Scout’s oath.
Saadehs created School Razanne, which comes with a schoolbag, books and pants, in a bid to underscore the important role education plays in the lives of Muslim girls, reported afcnewssource.
It is meant to emphasize the importance of education and that young Muslim girls can attend public school dressed in traditional Muslim attire, including a hijab, and have the confidence to succeed in their studies, said Sherrie.
Other versions of the doll include and In and Out Razanne, who comes with two outfits: a western styled dress and makeup, meant to be worn casually at home, and a proper long Muslim dress and head scarf meant to be worn outside the home.
Praying Razanne is another version that comes with a rig and a little toy Qura’n.
‘Teaching Toll’
Ammar said the reception to Razanne has been “overwhelmingly supportive,” and that he has sold tens of thousands of the dolls.
After surveying 110 families who purchased Razanne, the toy manufacturer said parents were finding their young daughters mimicking the Islamic values the dolls were meant to reinforce.
Mimo Debryn, who purchased a Razanne Doll for her 10-year-old daughter Jenna, says the doll is more than a toy – it’s a teaching tool.
“Every religion teaches modesty, and for Muslims too, it’s important to teach our young girls this, to keep their arms and legs covered with the traditional long dress when they’re in public,” says Debryn.
In the United States, Mattel, which makes Barbie, markets a Moroccan Barbie and sells a collector’s doll named Leyla, said a press report.
Leyla’s elaborate costume and tale of being taken as a slave in the court of a Turkish sultan are intended to convey the tribulations of one Muslim girl in the 1720s, it added.
“It’s no surprise that they’d try to portray a Middle Eastern Barbie either as a belly dancer or a concubine,” said Saadeh, adding that countering such stereotypes was one of his main aims in developing Razanne.
12 Outubro 2006

TRABALHO DE GRUPO, associação de ideias a diversos países e sobre a influencia da religião nos princípios culturais dos povos
http://pt.wikipedia.org/wiki/Demografia_da_Espanha
http://arquivo-portugal-e-espanha.blogspot.com

http://www.ciberamerica.org/Ciberamerica/Portugues/Paises/Espana/
http://www.portasabertas.org.br/paises/perfil.asp?ID=88
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hindu%C3%ADsmo
http://es.wikipedia.org/wiki/Thailandia#Cultura
http://es.wikipedia.org/wiki/Cultura_de_Tailandia
http://es.encarta.msn.com/text_761563138___7/Suecia.html
18 Outubro 2006
1º Trabalho de Grupo – a iniciar no próximo dia 25 e a realizar em aula, para tal a aula irá começar às 20:30 horas.
Cultura: Conceitos e Dimensões
Relativismo Cultural e Inteligência Cultural
Relativismo Cultural e Inteligência Cultural
Aquele que conhece o outro é inteligente;
Aquele que se conhece a si mesmo é sábio;
Aquele que conquita o outro tem força;
Aquele que se conquista a si mesmo é poderoso;
Aquele que se controla a si mesmo tem força de vontade;
Aquele que se satisfaz é rico;
                                                                       Lao Tzu

DIVERSIDADE CULTURAL
FORMAS DIVERSAS QUE DIFERENTES SOCIEDADES TÊM PARA LIDAR COM A MESMA SITUAÇÃO
RELATIVISMO CULTURAL
ADMITE A EXISTÊNCIA DE OUTRAS INTERPRETAÇÕES POSSÍVEIS PARA ALÉM DA NOSSA, OU QUE DETERMINADAS ATITUDES, OBJECTOS OU NORMAS E VALORES PODEM TER O SEU SIGNIFICADO DESDE QUE ENQUADRADAS NAS CULTURAS < ?xml:namespace prefix = st1 ns = “urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags” />EM QUE FORAM PRODUZIDAS.
RELATIVISMO CULTURAL
•         “Ser capaz de calçar os sapatos dos outros”
•         Enquadrar os comportamentos, normas, valores de uma sociedade no seu próprio contexto cultural
•         Não olhar os outros através dos nossos olhos mas sim a partir dos deles
INTELIGÊNCIA CULTURAL
•         A essência do global e da globalização é a interacção com pessoas culturalmente diferentes
•         É a construção de habilidades/ competências adaptativas e o conjunto de comportamentos que possam tornar uma pessoa eficiente em diferentes situações interculturais (integridade, perseverança e abertura)
INTELIGÊNCIA CULTURAL
•         O primeiro passo para o desenvolvimento da inteligência cultural é o entendimento do que é a cultura (valores, atitudes e percepções) e, de como a sua variação afecta o nosso comportamento.
INTELIGÊNCIA CULTURAL
•         A capacidade de falar outras línguas é importante mas não fundamental. A inteligência cultural envolve muito mais que variações nos idiomas. Existem códigos, convenções não verbais e estilos de comunicação diferentes.
INTELIGÊNCIA CULTURAL
•         A inteligência cultural congrega a capacidade de conhecer, entender e saber adaptar-se aos diversos ambientes culturais.
HOSTILIDADE CULTURAL
PRÁTICAS RELIGIOSAS, REGRAS MORAIS E COSTUMES SÃO TEMÁTICAS QUE AMEAÇAM A COERÊNCIA CULTURAL. NÃO É FÁCIL ACEITAR A POLIGAMIA OU A EXCISÃO DE BÉBÉS EM CULTURAS ONDE A MONOGAMIA E OS DIREITOS DAS CRIANÇAS ESTÃO LEGALIZADOS E ENRAIZADOS.
OU SEJA, TEM QUE HAVER UM MINIMO DE COERÊNCIA E HOMOGENEIDADE NAS PERCEPÇÕES CULTURAIS E COMPORTAMENTAIS PARA UMA COEXISTÊNCIA PACÍFICA.
RACISMO E HOSTILIDADE CULTURAL SÃO DIFERENTES
NORMALMENTE O RACISMO PRECEDE A HOSTILIDADE CULTURAL.
MAS HOSTILIDADE CULTURAL NÃO IMPLICA NECESSARIAMENTE RACISMO: PODE-SE SER HOSTIL PARA INDIVIDUOS DE ALGUMAS CULTURAS SEM SER RACISTA
RACISMO TÊM IMPLICITO A PERCEPÇÃO DA INFERIORIDADE CAUSADA PELA RAÇA
A CULTURA FAZ PARTE DO NOSSO PATRIMÓNIO COMO PESSOA, IMPLICA UMA DIMENSÃO AFECTIVA MUITO FORTE, SOBRETUDO QUANDO SENTIMOS OS NOSSOS VALORES CULTURAIS AMEAÇADOS:
–        
NAS INTERACÇÕES DIÁRIAS- QUANDO OS VALORES SÃO DIFERENTES E A COMUNICAÇÃO SE TORNA PESADA E POUCO EMPÁTICA, TENDENCIALMENTE DESENVOLVEMOS COMPORTAMENTOS DE DEFESA E FREQUENTEMENTE INCONSCIENTES ( não racionalizados)
–        
– NAS REAÇÕES COLECTIVAS- SÃO EXTENSOS OS EXEMPLOS; Arménios e Arzeris, Húngaros e Romenos, Protestantes e Católicos nas comunidades de Ulster (Irlanda).
A HOSTILIDADE CULTURAL SERÁ TANTO MAIOR QUANTO MAIOR FOR A DIFICULDADE DE PERCEBER A LINGUA (OS PROBLEMAS DE COMUNICAÇÃO) DESENTENDIMENTOS CULTURAIS E ESTERIÓTIPOS, ETC
19 Outubro 2006
Portfolio
– História do Post Hit
– Brainstorm
– Histórico e estruturado, consciencializado através da da produção escrita reflexiva
– Enfoque formativo e continuado
– Reflectem sobre e nas suas experiências profissionais
– Portfolio reflexivo, enquanto instrumento de diálogo deverá privilegiar a intercomunicação
25 Outubro 2006
Trabalho de grupo sobre a EuroDisney
1 – A partir do caso e de informação recolhida em alguns sites como por exemplo:
           
www.understandfrance.org                 e          www.geert-hofstede.com
Comente desenvolvidamente os principais problemas do caso EuroDisney e sua relação com as características culturais de cada um dos países.
2 – Com base nas informações recolhidas anteriormente apontem soluções para uma melhor adaptação cultural do modelo da Disneyland às sociedades europeias.
Trabalho realizado e colocado no Portfolio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: