MarKZonE

The past is a full box of lost chances.

LAE-Dr. Jorge Manuel Neves Gomes Lopes

Posted by António Cabral em 03/02/2007

LogoBlog1

Linguagem jornalistica (em directo): http://www.youtube.com/watch?v=-FgHoeokMqY contém linguagem obscena, apesar de de ser da outrora NTV, não abra se for sensivel

Linguagem, é melhor aprender: http://www.youtube.com/watch?v=9AFfOG9QL4k (Video)

Apresentação empresarial: http://www.youtube.com/watch?v=WEOt2h-oSWE (Video)

http://www.youtube.com/watch?v=9-U20YxJ5Rk do Jô Soares http://www.youtube.com/watch?v=qiLQ8pHz4TQ&mode=related&search

LINK’S ÚTEIS:

>

09 Novembro 2006
Apresentação pelos elementos do grupo do caso BCP.
02 Novembro 2006
Estudo e análise do caso BCP
12 de Outubro de 2006
Apresentação

8.1.CONTINUA
Momento
Método
Data
Ponderação
1 Elaboração de um suporte de comunicação num contexto organizacional. 2006/11/09 20%
2 Elaboração de um relatório após uma visita a uma empresa. 2006/12/14 20%
3 Apresentação de um Projecto num ambiente empresarial simulado. 2007/01/25 60%

8.2.PERIÓDICA
Momento
Método
Data
Ponderação
1 Elaboração e apresentação de um suporte de comunicação de crise. 2006/12/14 30%
2 Concepção e apresentação FILMADA de um Projecto no Laboratório de Marketing. 2007/01/25 70%

8.3.FINAL
Momento
Método
Data
Ponderação
1 Prova escrita e oral FILMADA para avaliar todos os conhecimentos e competências da disciplina. 2007/02/01 100%

1 – 16 a 20 de Outubro informar que tipo de avaliação se pretende
2 – A não comparência no momento 3 da avaliação continua (trabalho de grupo) implica a atribuição de classificação negativa de 8 valores, permanecendo o aluno nesse regime de avaliação
3 – A presença nos momentos 1 e 2 da AV e AP é obrigatória
4 – Uma classificação inferior a 7 valores em qualquer momento da avaliação implica a passagem do aluno para a avaliação final
GRUPO DE TRABALHO: António Cabral, Filipe Silva, Liliana Lima, Filipa Furtado e Joana Serra
1º TRABALHO DE GRUPO
1 – A comunicação nas empresas, análise da situação actual,
2 – Comunicação Interna, princípios fundamentais,
3 – Comunicação Externa, tópicos essências
De um modo geral o nosso grupo optou por abordar os conceitos (actua, interna e externa) de cada um dos tipos de comunicação e a partir daí fazer o paralelismo com a situação que todos estão a viver no IPAM.
Ou seja a comunicação, actual, docente discente com a utilização dos meios postos ao dispor nomeadamente a Internet, blogs, mail… e a sua prática.
A adesão ao blog pode tornar-se numa excelente ferramenta de comunicação sendo naturalmente bem utilizada, divulgada e percebida por todos os discentes como um meio de apreender e divulgar mais e melhor informação.
Tentamos de qualquer modo induzir os colegas no sentido da sua ampla e vasta utilização começando, se assim o achassem por bem, por dar a conhecer os contactos de mail e outros.
Neste âmbito também se recolheu alguma informação que resultou no seguinte:
A Comunicação é essencial para o fluir da informação em diferentes formas e por diversos canais. A Comunicação organizacional é tratada como área estratégica e localiza-se administrativamente ao lado da direcção da empresa, ou seja tem que ser descendente na sua concepção e multicanal na sua divulgação.
Consoante o propósito e públicos alvo que:
Comunicação Interna – serve para internamente divulgar acontecimentos ou dar a conhecer decisões e é normalmente feita por meio de: mail, memorandus, reuniões, internet, intranet, jornal interno…ou seja visa essencialmente comunicar e informar os colaboradores.
Comunicação Externa – visa comunicar com o exterior dando a conhecer os produtos ou estratégias da empresa e é feita por meio de flyers, panfletos, jornais, televisão, congressos, seminários, Internet…
http://www.ine.pt/prodserv/destaque/2006/d060110-2/d060110-2.pdf
Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas
19 de Outubro de 2006
Apresentação dos trabalhos dos diferentes grupos.
Visionamento de um filme sobre motivação
– para a foto a colocar no website, poses de tipo machão, vestuário casual
– os anteriores oradores apresentaram-se de fato e gravata; mas estavam a fumar droga “broca”
– postura dos oradores (apesar de pedrados) vestuário, modo de falar e seriedade
– público apático, mostra a bíblia dos provérbios
– desinteresse da plateia
– profeta da desgraça, uma desgraça é sempre bem vinda podia ser pior
– começou a praticar yoga (o que é que a plateia tem a ver com o caso
– quer que toda a gente se ria e faz figura de parvo, ninguém se ri
– até a loura ficou horrorizada
– nem a música da Tina motivou a plateia
– auto elogios constantes
26 Outubro 2006
Série “The Office” visionamento + debate
1 – Estilo / postura
2 – Conteúdos
3 – Instrumentos de apoio / suporte
4 – Recursos Tecnológicos
5 – Adequação ao público / contexto
6 – Outros aspectos pertinentes
Trabalhos:
– Trabalho individual sobre Criação de um suporte de comunicação de um banco
– Trabalho de grupo, Caso Millenium BCP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: