MarKZonE

The past is a full box of lost chances.

Reflexo Condicionado – Ivan Pavlov

Posted by António Cabral em 05/04/2007

pavlov2.jpg No final do século XIX e no início do século XX, um fisiologista russo chamado Ivan Pavlov (1849-1936), ao estudar a fisiologia do sistema gastrointestinal, fez uma das grandes descobertas científicas da atualidade: o reflexo condicionado. Foi uma das primeiras abordagens realmente objetivas e científicas ao estudo da aprendizagem, principalmente porque forneceu um modelo que podia ser verificado e explorado de inúmeras maneiras, usando a metodologia da fisiologia. Pavlov inaugurava, assim, a psicologia científica, acoplando-a à neurofisiologia. Por seus trabalhos, recebeu o prêmio Nobel concedido na área de Medicina e Fisiologia em 1904.
pavlovdog.gif

Para que surja um reflexo condicionado é preciso que existam certas condições:
 

  1. coexistência no tempo, várias vezes repetida, entre o agente indiferente e o estímulo incondicionado (no caso, o som da campainha e a apresentação da carne);
  2. o agente indiferente deve preceder em pouco tempo o estímulo incondicionado. Se dermos a carne primeiro e tocarmos a campainha depois, a reação condicionada não se estabelece;
  3. inexistência naquele momento de outros estímulos que possam provocar inibição de causa externa. Se simultaneamente damos uma chicotada no animal ou lhe jogamos água gelada, provocamos inibição, desencadeando reação de defesa no animal;
  4. para que o reflexo condicionado se mantenha, é necessário que periodicamente o reforcemos. Uma vez que o reflexo se formou, o mero som da campainha substitui a apresentação da carne. Mas, se tocarmos repetidamente a campainha e não mais apresentarmos a carne, depois de um certo número de vezes o animal deixa de reagir com salivação e secreção digestiva.

Artigo de: Júlio Rocha do Amaral e  Renato M.E. Sabbatini, PhD, artigo completo em http://www.cerebromente.org.br/n09/mente/pavlov.htm

2 Respostas to “Reflexo Condicionado – Ivan Pavlov”

  1. Rafael said

    É interessante como as vezes a gente se pega fazendo as coisas como um robô, e no marketing todos devemos fazer justamente o contrário, e muitas organizações optam por pessoas que não pensem, apenas executem tarefas, o que é uma pena, mas o artigo é excelente, muito bom o post.
    Tenha uma ótima semana.
    Ps.: caso tenha interesse, se não for incômodo, pode colocar meu nome no lugar do “marketing”.

  2. silvio said

    gostei muito sobre esse artigo pois sou facinado pelas obras de pavlov e gostaria de comprar livros dele casa vc tenha me envie uma resposta obrigado e até.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: