MarKZonE

The past is a full box of lost chances.

Não julgues o que te parece, analisa o conteudo e serás feliz! Ou não!

Posted by António Cabral em 16/04/2009

Mas de uma coisa podem todos estar certos, SERÃO SEMPRE SURPREENDIDOS.

Muitas vezes somos surpreendidos ao longo das nossas vidas por questões do tipo: “Afinal o que pretendes com isto?” ou então um famoso e muito utilizado🙂 “OUVE!…”, na maior parte das vezes tudo dito de um modo cinico, sobranceiro e quiçá pedante e até arrogante, esquecendo na maior parte das vezes o conteudo e o propósito de quem quer dar algo muitas vezes em troca de coisa nenhuma.

Mesmo o termo cinico que acabaram de ler acima pode não ser bem…ora vejam: do ponto de vista etimologico “A palavra deriva do grego kynismós, chegando até o presente pelo latim cynismu. A origem do termo, porém, é incerta: Alguns autores afirmam que o nome tem origem do local onde Antístenes teria fundado a sua Escola, o Ginásio Cinosarge, ao passo que outros afirmam ser um termo derivado da palavra grega para cachorrokŷőn, kynós, numa analogia com o fato de os cínicos pregarem uma vida como a dos cães, na ótica das pessoas contemporâneas.”  já olhando à sua origem teremos: “Supostamente, o pensamento cínico teve origem numa passagem da vida de Sócrates: estando este a passar pelo mercado de Atenas, teria exarado o comentário: Vejam de quantas coisas precisa o ateniense para viver Ao mesmo tempo demonstrava que de nada daquilo dependia. De facto, o que o filósofo propunha era a busca interna da felicidade, que não tem causas externas – aspecto ao qual os cínicos passaram a defender, não somente com palavras, mas pelo modo de vida adotado.”

Seguindo a linha de pensamento, deixo-vos aqui esta senhora  Susan Boyle para que todos possamos perceber o que de menos bem estamos a fazer ou não nas nossas vidas,  este post tem uma mensagem que caberá a cada um descodificar, a bem do respeito pela individualidade na sua plenitude.

Mais de 11 milhões de visitas numa só semana…, E JÁ AGORA, FAÇAM O FAVOR DE SEREM FELIZES…

2 Respostas to “Não julgues o que te parece, analisa o conteudo e serás feliz! Ou não!”

  1. gargalhas said

    “OUVE”, eu subscrevo inteiramente esse “olhar para dentro”. Do próprio e dos outros. E sim, é para esses lados a felicidade.🙂

    Quanto à senhora: canta bem, mas nada de especial; mas a lição dada aqui aos “cínicos” não tem a ver com virtuosismo – tem a ver com paixão! Nesse aspecto, é uma lição que merece ser publicada neste blog. Apoiado!

    Beijinhos… :-p

  2. gloria aparecida da silva said

    MEUS PARABÉNS SUSAN BOYLE,VOCÊ E UM EXEMPLO DE MULHER.

    MULHER DE FIBRAR.

    MULHER DE CORAGEM.

    MULHER QUE ALUCINOU O MUNDO INTEIRO,ATÉ NO RIO DE JANERIO.
    VOCE MERECER…..GLÓRIA APARECIDA DA SILVA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: