MarKZonE

The past is a full box of lost chances.

Viver…aprender…viver

Posted by António Cabral em 08/07/2009

Palavras soltas sem sentido que o sentido fará algum dia juntar. Elas andam por ai, as ditas, que nos fazem comunicar e sentir a vida consoante os sentidos que sentimos em imensidões de nuances que o viver nos causa. Não as encontro, juntas, vejo-as belas sempre e tristes algumas vezes mas que me parecem sempres inconvenientes e fora de tempo. Na caixinha surge o sentido e a lembrança que alguém sabe e diz e canta e encanta e murmura e sibila e afaga e nos lê e traduz o espirito de quem por aqui anda ao longo desta linha e nos recorda que em alguns momentos ficamos assim  

Nada nem ninguém nem multidões ou imensidões disto e daquilo daqueles ou daquelas nos instruem com nada ou alguma coisa vivemos juntamos partilhamos cultivamos recolhemos aprendemos mas sempre sempre e mesmo quando vislumbramos conforto aparecem estas frases que nos deixam sem folego apavorados tontos de tontos e de falta do ar e então sabemos que

Mas algo eu sei aprendi com todos vós principalmente contigo dirão até morrer aprenderás!!! sim até isso aprendi e continuo a aprender e a beber enquanto aqui me queiram e me deixem andar e calcurrear a calçada da vida que quero percorrer porque

Até sempre até já já sinto saudades imensas…

2 Respostas to “Viver…aprender…viver”

  1. Emielle said

    Recordo uma canção La Solitude…

    Deixo-te a resposta nesta canção do Variações, interpretada pelo Camané, no album Humanos:Quero é Viver!🙂

    *

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: